Sintomas e Diagnóstico

Informe-se

QUAIS SÃO OS SINTOMAS?

Os sintomas da doença de Von Willebrand variam entre os pacientes e dependem da situação do fator VW no organismo, quantidade e qualidade.

CRIANÇAS

Apresentam sinais mais leves, como manchas roxas na pele (as esquimoses) e sangramentos no nariz e mucosa da boca.

ADULTOS

Apresentam hematomas, muitas vezes, em músculos. No caso de mulheres, os sinais aparecem durante o ciclo menstrual – os vasos sanguíneos uterinos não conseguem parar de sangrar, após a menstruação, causando um fluxo intenso e prolongado.

Podem ocorrer também sangramentos mais graves, como as hemorragias
gastrointestinais, em pacientes da doença tipos 2 e 3.

Informe-se

QUAIS SÃO OS SINTOMAS?

Os sintomas da doença de Von Willebrand variam entre os pacientes e dependem da situação do fator VW no organismo, quantidade e qualidade.

CRIANÇAS

Apresentam sinais mais leves, como manchas roxas na pele (as esquimoses) e sangramentos no nariz e mucosa da boca.

ADULTOS

Apresentam hematomas, muitas vezes, em músculos. No caso de mulheres, os sinais aparecem durante o ciclo menstrual – os vasos sanguíneos uterinos não conseguem parar de sangrar, após a menstruação, causando um fluxo intenso e prolongado.

Podem ocorrer também sangramentos mais graves, como as hemorragias
gastrointestinais, em pacientes da doença tipos 2 e 3.

Hemartrose

São os sangramentos dentro das articulações que causam lesões na cartilagem articular e pode levar a perda progressiva dos movimentos e outros prejuízos. A hemartrose desenvolve-se, em sua maioria, em pacientes dos tipo 2N e 3 – já que nesses tipos o nível de fator VIII também é baixo.

Hemartrose

São os sangramentos dentro das articulações que causam lesões na cartilagem articular e pode levar a perda progressiva dos movimentos e outros prejuízos. A hemartrose desenvolve-se, em sua maioria, em pacientes dos tipo 2N e 3 – já que nesses tipos o nível de fator VIII também é baixo.

FIQUE DE OLHO!

Hematomas, sem causas aparentes;

Sangramento nas articulações manifestado por dor, limitação do movimento e aumento da temperatura do local;

Sangramentos na gengiva, nariz e ouvido;

Aumento do fluxo menstrual ou outros sangramentos uterinos, sem causa e no caso de mulheres;

Sangramentos musculares;

Sangramento excessivo ao se cortar ou passar por extração dentária.

Os sangramentos só ocorrem quando não há o tratamento adequado. Do contrário, o diagnóstico e tratamento corretos permitem às pessoas portadoras da doença de Von Willebrand levarem uma vida normal.

Informe-se

DIAGNÓSTICO

  • Histórico pessoal de sangramentos;
  • Histórico familiar de manifestações hemorrágicas;
  • Exames laboratoriais, incluindo a análise da quantidade e qualidade do fator VW, estudo da agregação plaquetária e o grau de atividade do fator VIII.

Esses são os itens em que o diagnóstico da doença de Von Willebrand deve ser baseado.

O diagnóstico dessa doença não é fácil, devido ao custo e complexidade dos exames e pela variação clínica das manifestações da doença, então, infelizmente, muitos não o possuem ou, se têm, está incorreto. É comum que pessoas com os tipos 2N e 3, por exemplo, sejam diagnosticadas como portadoras de hemofilia A, devido aos baixos níveis de fator VIII que esses tipos possuem.

Informe-se

DIAGNÓSTICO

  • Histórico pessoal de sangramentos;
  • Histórico familiar de manifestações hemorrágicas;
  • Exames laboratoriais, incluindo a análise da quantidade e qualidade do fator VW, estudo da agregação plaquetária e o grau de atividade do fator VIII.

Esses são os itens em que o diagnóstico da doença de Von Willebrand deve ser baseado.

O diagnóstico dessa doença não é fácil, devido ao custo e complexidade dos exames e pela variação clínica das manifestações da doença, então, infelizmente, muitos não o possuem ou, se têm, está incorreto. É comum que pessoas com os tipos 2N e 3, por exemplo, sejam diagnosticadas como portadoras de hemofilia A, devido aos baixos níveis de fator VIII que esses tipos possuem.

O diagnóstico correto é muito importante para que o tratamento adequado seja
feito e, assim, surtir melhora.

O diagnóstico correto é muito importante para que o tratamento adequado seja
feito e, assim, surtir melhora.

INFORME-SE SOBRE O TRATAMENTO

Comments are closed.